segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Maldosas, de Sara Shepard - Editora Rocco

Maldosas, de Sara Shepard - Editora Rocco
Maldosas (Pretty Little Liars)
Autora: Sara Shepard
Editora Rocco
Ano: 2010
Número de páginas: 296

Maldosas, o primeiro livro da coleção que inspirou a série de TV Pretty Little Liars,  escrito por Sara Shepard e publicado pela Editora Rocco, conta a história de Aria, Spencer, Hanna e Emily, amigas que poderiam ser adolescentes comuns – afinal, são populares e bonitas – se não fossem os segredos que escondem. Segredos que, se trazidos à tona, poderiam manchar seriamente a reputação delas. Somente uma pessoa sabia sobre todos eles: a líder do grupo, em quem todas confiavam, Alison.

Alison era quem mantinha o grupo unido, quem as garotas procuravam quando precisavam de um ombro para chorar. Eram grandes amigas, e costumavam sair juntas com frequência. Por isso, no final da sétima série, quando tinham treze anos, o grupo de amigas resolveu se reunir para comemorar o encerramento do ano letivo. O que aconteceu foi que, neste dia, Alison desapareceu em circunstâncias misteriosas. Aria, Spencer, Hanna e Emily ficaram muito aflitas com seu desaparecimento; além de tratar-se de sua melhor amiga, a garota conhecia todos os segredos delas!

Para o alívio das garotas, três anos se passam sem que tenham notícias de Alison. Agora, aos dezesseis anos de idade, já cursando o ensino médio, elas pensam que seus segredos estão a salvo. Além disso, elas deixaram de ser amigas e seguiram caminhos diferentes após Alison, que as mantinha unidas, ter desaparecido. Mesmo sentindo falta dela, concluem que o melhor a se fazer é esquecer tudo o que aconteceu e seguir em frente.

Mas a tranquilidade das meninas dura pouco. Cada uma delas começa a receber e-mails e mensagens misteriosas assinadas por “A”, contendo segredos que apenas Alison conhecia. Isso as deixa desesperadas. Alison está de volta? Contou para alguém os segredos de suas antigas amigas? 

O livro Maldosas é repleto de suspense e cenas marcantes, mais voltado para o público adolescente. Os leitores entram em sintonia com as personagens, tentando desesperadamente descobrir quem é A e solucionar outros mistérios que surgem no decorrer da história, o que os leva a devorar suas páginas e se empolgar bastante com a leitura. E vale lembrar: nunca confie em uma menina bonita que esconde um horrível segredo. 


Maldosas, de Sara Shepard - Editora Rocco


Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Sorteio de final de ano

Parceria só é boa quando todos saem ganhando não é mesmo? Autores, blogueiros e claro, os leitores. 


Pensando nisso, a autora Gislaine Oliveira se juntou aos seus parceiros blogueiros e juntos, estão promovendo esse super sorteio neste finalzinho de ano. Afinal 2016 foi um ano tão complicado, não foi? Então por que não encerrar com coisa boa? Que para nós, leitores, significa livros, não é mesmo? 


Sorteio de final de ano



Então vamos conhecer as regras para que todos possam participar? 


Regras:


*Ter endereço de entrega no Brasil; 

*A única regra obrigatória do formulário é deixar um e-mail para contato. Todas as outras são opcionais, mas quanto mais regras forem seguidas, mais chances extras você terá; 

*Na opção "visitar o facebook" é preciso curtir a página, caso contrário, a entrada não será validada; 

*O sorteio inicia no dia 01-12-2016 e encerra no dia 31-12-2016; 

*Serão dois ganhadores: um para cada kit. Você pode se inscrever nos dois formulários, mas só poderá ser o ganhador de um deles. Caso o ganhador se repita, haverá novo sorteio; 

*O ganhador receberá um e-mail informando sobre o resultado e terá até 72h para responder o contato. Caso contrário, um novo sorteio será realizado; 

*O prêmio será enviado pela autora em até 90 dias após o resultado do sorteio; 

*Não nos responsabilizamos por perdas ou danos causados pelo correio ou devido endereço incorreto. 




Sorteio de final de ano





Sorteio de final de ano

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A rainha vermelha, de Victoria Aveyard - Editora Seguinte

A rainha vermelha, de Victoria Aveyard - Editora Seguinte
A rainha vermelha
Editora Seguinte
Ano: 2015
Número de páginas: 422

“Eletrizante” é, na minha opinião, a melhor palavra para descrever o livro A rainha vermelha, de Victoria Aveyard, lançado em 2015 com muito sucesso pela Editora Seguinte. Nele, conhecemos a história de Mare Barrow, uma adolescente que vive em um país chamado Norta, onde a sociedade é dividida pela cor do sangue: vermelho ou prateado. Os vermelhos são pessoas simples, humildes, obrigadas a trabalhar duro para garantir o sustento da elite prateada. Já os prateados possuem poderes extraordinários (como manipular elementos e ler mentes) e vivem em palácios, com criados de sangue vermelho para servi-los. Nunca lhes falta nada.

Mare está prestes a completar dezoito anos, idade em que todo vermelho desempregado é obrigado a lutar na guerra que os prateados empreendem com países vizinhos. Ela sabe que lhe resta pouco tempo antes do recrutamento, e para ajudar sua família e tentar conseguir dinheiro para fugir do país, a garota rouba tudo que pode. Até que, um dia, tenta roubar um jovem misterioso e falha. 

A rainha vermelha, de Victoria Aveyard - Editora SeguinteApós seu encontro nada casual com o rapaz, Mare consegue um emprego no palácio real. Lá, é posta para trabalhar como criada do rei. Em seu primeiro dia de trabalho, sofre um acidente e acaba descobrindo que possui um poder inimaginável. Isso não agrada a corte – afinal, como poderiam explicar ao reino sobre uma vermelha com poderes que somente prateados deveriam possuir?

Para ocultar tal impossibilidade, o rei e a corte obrigam Mare a se passar por uma prateada desaparecida há muitos anos, passando a treiná-la para cumprir a tarefa com êxito. Mesmo sentindo-se desamparada, a garota aceita os termos, em troca da segurança de sua família. Entretanto, ela jamais poderia imaginar as coisas que aconteceriam naquele palácio…

A rainha vermelha é o livro ideal para aqueles que gostam de histórias eletrizantes, com traições, mortes, romances e reviravoltas, numa narrativa envolvente e com um desfecho que fará o leitor se surpreender.

A rainha vermelha, de Victoria Aveyard - Editora Seguinte

Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Chegou o momento  de falarmos um pouco sobre  os lançamentos de outubro das nossas editoras parceiras, que fazem parte do Grupo Editorial Pensamento. Embora, por motivos alheios à nossa vontade, o post esteja um pouquinho atrasado, já que os lançamentos são do mês passado, posso assegurar que vale a leitura, já que os livros são de primeira e, como sempre, atendem a todos os gostos. Para os fãs da série Acampamento Shadow Falls ao Anoitecer, a boa notícia é que agora temos um box com os livros. Em breve traremos também os lançamentos de novembro. Aguardem! 

 Editora Seoman

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

 Editora Jangada

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

 Editora Pensamento

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

 Editora Cultrix

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento
Leia o primeiro capítulo AQUI.

Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Pensamento

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Mega Sorteio de Fim de Ano

Mega Sorteio de Fim de Ano

Olá galera!
O ano já está terminando e, pensando nisso, nós, dos blogs Rillismo, I Love my Books, Um Oceano de Histórias, Leituras Compartilhadas juntamente com outros blogs parceiros, presentearemos vocês com muitos livros no Mega Sorteio de Final de Ano. Vai ficar de fora? Leia as regrinhas e participe!



REGRAS:

- O sorteio tem início hoje e termina dia 21/01/2017;
- Você precisa ter endereço para o envio em território brasileiro;
- Cada Blog é responsável pelo envio do seu respectivo prêmio, ou seja, os prêmios chegarão individualmente e em prazos diferentes;
- O prazo de envio dos prêmios será de 60 dias após a divulgação dos vencedores;
- O sorteio terá ao todo oito ganhadores, cada kit terá um sorteado; caso um mesmo individuo seja contemplado em mais de um kit só será considerado ganhador do kit cujo nome apareceu primeiro e no outro será realizado um novo sorteio;
- O resultado será divulgado em no máximo 15 dias após o término das inscrições neste mesmo post;
- O ganhador receberá um e-mail e terá 3 dias para entrar em contato. Caso não haja resposta dentro desse prazo faremos um novo sorteio;
- Não nos responsabilizamos por extravio dos correios e endereços incorretos;
- No sorteio as regras obrigatórias precisam ser cumpridas para que você possa participar, as regras que abrirem em seguida serão opcionais.
ATENÇÃO: Onde está "Visitar essa página" significa "Curtir a página". Lembrando que todas as entradas serão verificadas!
- Após preencher o formulário deixe um comentário que se refira a sua participação no sorteio.

Mega Sorteio de Fim de Ano


KIT 1: Autora Beatriz Cortes (livro: Por uma questão de amor); Blog I Love my Books (livros: Paixão de Cativeiro e As duas faces da lua); Blog Rillismo  e Editora Rocco (livro: Seeker)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 2: Autora Béatrice T. Dupuy (livro: Ecos o mar é a nova lua); Blog Amores e Livros (kit de marcadores); Blog Coisas da Juu (livro: O Lado bom da vida); Blog Leituras Compartilhadas (livro: As amigas da casa do Sol); Blog Leitura Descontrolada (livro: Estudo Independente)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 3: Blog Canteiro de obras Literárias (livro: Essa luz tão Brilhante); Blog Coisas de Diane (livro: Namorado de Aluguel); Blog Enjoy Books (kit de marcadores); Blog Fundo Falso (livro: Louca por Você - Autografado); Blog Um Oceano de Histórias (livro: Esperando por Doggo)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 4: Blog Blogando Livros (livro: Quero ser seu); Blog Conversas de Alcova (livro: Dias Perfeitos); Blog Faces em Livros (kit marcadores); Blog Tudo que motiva (livro: Pequeno Príncipe em inglês)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 5: Blog Guilda dos Leitores (kit marcadores); Blog Histórias sem Fim (livro: Cinco Dias); Blog  Livros, Vamos devorá-los (livro: Desvende meu coração); Blog Meu Amor pelos Livros (livro: Não quero ser lembrado)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 6: Blog Caprichos by Neli (livro: Meio Rei); Blog Fadas Literárias (kit marcadores); Blog Livros e Marshmallows (livro: Um novo amanhã); Blog No mundo dos livros (livro: A Oportunista)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 7: Blog da Fê (livro: Descomplicando a maternidade); Blog Livros e Encantos (livro: Rainha da Fofoca); Blog MilkShake de Palavras (livro surpresa); Blog Paraíso das Ideias (kit marcadores)


Mega Sorteio de Fim de Ano

KIT 8: Blog Eu Pratico Livroterarpia (livro: Eterna); Blog Viajando entre Citações (livro: O duque e eu); Blog Respire Literatura (livro: O menino que acreditava em milagres); Blog Estante Mineira (livro: Mulheres que não sabem chorar)

a Rafflecopter giveaway


Boa sorte a todos! 

sábado, 19 de novembro de 2016

The 42nd St. Band, de Renato Russo - Editora Companhia das Letras

The 42nd St. Band, de Renato Russo - Editora Companhia das Letras
The 42nd St. Band
Autor: Renato Russo
Editora Companhia das Letras
Ano: 2016
Número de páginas: 224
Livro recebido em parceria com a editora.

Uma das leituras que mais me tocaram em 2015 foi Só por hoje e para sempre,  diário escrito por Renato Russo durante sua internação em Vila Serena para tratar-se da dependência química. Lembro-me que na época, fiquei bastante feliz em saber que Editora Companhia das Letras publicaria outros textos inéditos do autor, do qual, creio que não preciso nem dizer, sou fã eterna desde a adolescência. Logo que soube do lançamento de The 42nd St. Band fiquei ansiosa pela leitura. Não me decepcionei, nem como fã, nem como leitora.

O livro foi escrito todo em inglês por Renato entre os 15 e os 16 anos, enquanto se recuperava de uma doença óssea rara chamada epifisiólise, e de uma cirurgia cujo resultado fora problemático. O material que compõe o livro encontrava-se todo disperso em cadernos e folhas soltas que iam sendo escritas pelo jovem Renato enquanto convalescia, e conta a história de uma banda imaginada pelo rapaz, cujo líder era Eric Russell, uma espécie de alter ego de Renato. O resultado é um romance fragmentado, que narra a história da banda através de cronologias, entrevistas, canções, linha do tempo, árvore genealógica, além de histórias e de imagens com capas de discos da banda, entre outros elementos, tudo isso se juntando para formar a história da The 42nd St. Band, como se fosse um quebra-cabeça que, pouco a pouco, o leitor vai montando. 

The 42nd St. Band, de Renato Russo - Editora Companhia das LetrasA história inicia mostrando o relacionamento dos três primos que deram início à banda, Eric, Nick e Jesse. Através dos elementos que são trazidos, podemos acompanhar o crescimento dos meninos, bem como o relacionamento dos garotos com a música desde o início, apresentando-nos a trajetória da The 42nd St. Band. Para quem espera uma narrativa formal, aviso que a obra subverte o convencional, sem com isso perder em qualidade, trazendo-nos personagens bem construídos, quase palpáveis, de tão consistentes. Por apresentar-nos uma composição em fragmentos, tal como uma colcha de retalhos, o livro não possui um único narrador definido. 

The 42nd St. Band é a prova cabal da criatividade e, por que não dizer, genialidade de Renato Russo. O projeto gráfico da obra, assim como aconteceu com Só por hoje e para sempre, está magnífico. A obra apresenta inúmeras gravuras, algumas, inclusive, representando capas de discos da banda. Embora em menos quantidade, aqui também temos passagens em que podemos apreciar a própria letra do músico, como acontece no livro anterior. Para os fãs de Renato Russo, essa publicação é um presente da Editora Companhia das Letras. Recomendo a leitura aos fãs de Legião Urbana e de Renato Russo, obviamente, mas também, aos apreciadores da boa literatura, recomendo, sobretudo, aos amantes de obras desafiadoras, que nos tiram da nossa zona de conforto.

The 42nd St. Band, de Renato Russo - Editora Companhia das Letras

Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

1222, de Anne Holt - Editora Fundamento

1222, de Anne Holt - Editora Fundamento
1222
Autora: Anne Holt
Editora Fundamento
Ano: 2013
Número de páginas: 303
Livro recebido em parceria com a editora.

Após um acidente de trem, a 1222 metros de altitude, em Finse, na Noruega, a ex-policial Hanne Wilhelmsen vê-se impossibilitada de sair do hotel Finse 1222 devido à forte nevasca que assola a região. Segundo os moradores, jamais houve tempestades tão intensas e tamanha destruição no lugar. Assim inicia o livro 1222, da escritora norueguesa Anne Holt, publicado no Brasil pela Editora Fundamento

Contrariada, Hanne descobre que terá de passar mais tempo no hotel do que gostaria, já que o resgate não consegue chegar até os sobreviventes por causa da nevasca. A situação piora quando um pastor é assassinado na primeira noite que passam no hotel, e piora ainda mais quando um segundo pastor é assassinado na noite seguinte.  Os passageiros do trem descarrilado terão de conviver com um assassino até que o resgate chegue. Associado a isso, uma série de pequenos acontecimentos no desenrolar da trama vão deixando a narrativa mais dinâmica. Com um faro agussadíssimo, e muita intuição, a ex-policial deixa para trás o trauma em virtude de um tiro que, no passado, a deixou paraplégica e vai, aos poucos, desvendando esse mistério, até chegar a quem cometeu os crimes e seus reais motivos.

1222, de Anne Holt - Editora Fundamento
Anne Holt tem uma escrita sedutora, que ao nos envolver em mistério, transporta-nos para dentro da narrativa. Os personagens são muito convincentes, transmitindo muita verdade ao leitor. Não obstante toda insociabilidade de Hanne, gostei dela desde o início quando, ainda no trem, após o acidente, ela tentava proteger um bebê, apesar de de toda a sua limitação física. Além disso, a ex-policial passou-me uma ideia de sinceridade, o que sempre ajuda no estabelecimento do vínculo entre leitor e personagem. Outro ponto que considerei bastante positivo na escrita da autora é que ela consegue usar o espaço narrativo para nos envolver na história sem precisar apelar para descrições excessivas desse espaço, o que faria da leitura algo maçante e cansativo e comprometeria o dinamismo da obra. Posso dizer que 1222 foi uma leitura que me proporcionou muito prazer. Recomendo o livro, sem nenhuma dúvida, sobretudo aos amantes do suspense policial.


Para comprar: Editora Fundamento

terça-feira, 15 de novembro de 2016

A espiã, de Paulo Coelho - Editora Paralela

A espiã, de Paulo Coelho - Editora Paralela
A Espiã
Autor: Paulo Coelho
Editora Paralela
Ano: 2016
Número de paginas: 183
Livro recebido em parceria com a editora.

A espiã, de Paulo Coelho, publicado pela Editora Paralela,  conta a história real de Margaretha Gertruida Zelle (recebeu este nome por causa de uma atriz muito respeitada na época), que  nasceu em 1876, na Holanda, era filha do empresário Adam Zelle e de Antje Van der Meuller.  Em 1889, sua família vai à falência, sua mãe adoece e morre dois anos depois. Com 15 anos, Margaretha  foi para um internato, e aos 16, foi violentada pelo diretor da instituição. Em meio a este acontecimento, Margaretha ouve uma conversa entre as internas, que também haviam sido violentadas. Percebendo que estão sozinhas, com medo, preferem esconder o fato e viver em silêncio (já que naquela época iriam ser escandalizadas perante a sociedade, caso alguém as expusessem). Um dia,  ao folhear o jornal, Margaretha vê um anuncio que dizia: "Rudolf Macleod, oficial do exercito holandês, de descendência escocesa, atualmente servindo na Indonésia, procura jovem noiva para casar-se e morar no exterior."

A espiã, de Paulo Coelho - Editora ParalelaEla então resolve trocar cartas com Rudolf, tendo nele sua salvação, após algumas cartas Rudolf resolve vir até o internato para conhecer Margaretha. Os dois conversam e ela está convencida de que será sua oportunidade para libertar-se, por Rudolf ser um oficial e morar em java. Eles ainda se encontram mais duas vezes e depois se casam. Mas o que ela não sabe é que Rudolf era um homem violento e que vivia bêbado, e assim começam as humilhações e o desprezo. E pra piorar, ele fazia com que ela contasse em detalhes o abuso que havia sofrido no passado, repetindo cada detalhe, como se sentisse prazer em humilhá-la. 

Margaretha teve dois filhos com Rudolf, uma menina e um menino, o qual foi envenenado por uma empregada que achava que matando o filho, estaria se vingando de Rudolf, porque era violentada por ele. Um dia, cansada de tudo e de todos, Margaretha resolve fugir, embarcando em um trem que vai para Paris, onde deixa de ser Margaretha (com medo de ser procurada por seu marido, sendo um oficial muito influente) e passa a usar o nome de Mata Hari. Finge ser uma dançarina e faz sua primeira apresentação usando véus. No meio da dança, ela começa a tirá-los, um a um, ficando nua e chamando a atenção, tanto dos homens, quanto das mulheres que estão na plateia, e em pouco tempo, torna-se a bailarina mais exótica e desejada da época.

Mata Hari passa a ser amante dos homens mais ricos e influentes, frequenta  festas da alta sociedade, tem joias, dinheiro, muitos shows  e Paris aos seus pés, mas esta  cansada de ser bajulada e não sentir amor. Um dia, sentada do lado de fora de um café em Paris, ela recebe um convite de um admirador para dançar na Alemanha, entusiasmadíssima ela resolve aceitar o convite, mal sabendo que seria seu fim. Ao chegar na Alemanha, há toda uma movimentação de soldados pela cidade e Mata Hari não consegue entender, mal consegue fazer seu primeiro show, de uma temporada de 6 meses, e os restantes são todos imediatamente cancelados. Há soldados e armas por toda a parte.

Através de uma narrativa envolvente,  o autor reconstitui a história dessa mulher admirável, ao utilizar ficcionalmente as cartas trocadas entre ela e o advogado que cuidava do caso, enquanto Mata Hari aguardava julgamento na prisão de Saint-Lazare, em Paris. Seu único crime foi ser uma mulher livre. “Sou uma mulher que nasceu na época errada e nada poderá corrigir isso. Não sei se o futuro se lembrará de mim, mas, caso isso ocorra jamais me vejam como uma vítima, mas sim como alguém que deu passos corajosos e pagou sem medo o preço que precisava pagar”. (Mata Hari)

A espiã, de Paulo Coelho - Editora Paralela

Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Prometida: uma longa jornada para casa, de Carina Rissi - Verus Editora

Prometida: uma longa jornada para casa, de Carina Rissi - Verus Editora
Prometida: uma longa jornada para casa
Verus Editora
Ano: 2016
Número de páginas: 476

Esta resenha contém spoilers da série Perdida, de Carina Rissi (Perdida: um amor que ultrapassa as barreiras do tempo, Encontrada: à espera do felizes para sempre, Destinado: as memórias secretas do Sr. Clarke). 

Alguns livros nos prendem de tal maneira que não conseguimos largá-los até ler sua última frase. Foi o que aconteceu comigo em Prometida: uma longa jornada para casa, lançamento mais recente de Carina Rissi pela Verus Editora. Como nos outros livros da série Perdida, a história de Prometida se passa no século dezenove. Desta vez, narrada pela doce e decidida irmã de Ian Clarke, Elisa. 

No início do livro, a jovem Elisa Clarke, de vinte anos, está muito desanimada. Os bailes, para os quais sempre recebe um convite por vir de uma das famílias mais influentes da região, não lhe dão mais prazer, devido ao fato de que, sempre que ela está presente, algo dá errado e os eventos se tornam um desastre. Elisa sente que está perdida no mundo, e quer viver – não apenas respirar e possuir um coração batendo. 

Prometida: uma longa jornada para casa, de Carina Rissi - Verus Editora
Mas ela sabe que seu desejo não irá se realizar, pois arruinou qualquer chance de felicidade há três anos, quando viu-se forçada a partir o coração do Dr. Lucas Guimarães, o único rapaz que já amou na vida. Na verdade, ele começou a desprezá-la assim que o irmão da jovem, Ian Clarke, os fez ficarem noivos apenas por causa de um beijo! 

Assim, Lucas foi para a Europa e passou três anos no continente, com a desculpa de que estava fazendo importantes pesquisas médicas. Para Elisa, porém, a viagem do noivo foi apenas uma desculpa para evitá-la e humilhá-la. Afinal, que tipo de casal fica noivo e demora três anos para se casar? Por outro lado, é melhor assim. Ela não conseguiria encará-lo sem se lembrar do que fez. 

Infelizmente para Elisa, seu noivo está voltando ao Brasil, disposto a casar-se com ela para honrar o compromisso assumido – não por amor, o que só abala ainda mais seu coração despedaçado. Mas nenhum dos dois sabe o que o destino lhes reserva…

Em Prometida: uma longa jornada para casa, Carina Rissi nos apresenta um casal destinado a ficar junto, mas separado pelo coração. Pouco a pouco, Elisa e Lucas trazem à tona sentimentos, intrigas e segredos do passado, em uma história linda e emocionante. 

Prometida: uma longa jornada para casa, de Carina Rissi - Verus Editora


Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

domingo, 13 de novembro de 2016

Branco, de Priscila Baroni - Editora Autografia

Branco, de Priscila Baroni - Editora Autografia
Branco
Autora: Priscila Baroni
Editora Autografia
Ano: 2016
Número de páginas: 372
Livro recebido em parceria com a editora.

Raramente paramos para pensar na importância da memória em nossas vidas, mas o fato é que ela é que define o que somos perante nós mesmos. Se esqueço quem sou, passo a ser ninguém, ou quase isso. Branco, de Priscila Baroni, publicado pela Editora Autografia, nos apresenta a situação de pessoas que vivem completamente sem a memória de um determinado ponto de suas vidas para trás, ou seja, não sabem quem são, que nomes têm, de onde vieram, e outras informações que são tão básicas em nossas vidas.

O livro inicia com uma garota acordando em um bosque, completamente assustada e sem memória. Ao ser encontrada por três simpáticos jovens, Mandisa, Damian e Theodore, a menina descobre que é uma neonata, o que não a ajuda muito já que ela não sabe o que isso significa. Logo descobre que neonatos são as pessoas que são deixadas sem memória nas aldeias que compõem o reino, e que todos ali, um dia, já foram neonatos, ou seja, ninguém que vive nesse reino possui memória. Mas há algo de incomum com a menina, pois ela tem lapsos de memória e foi encontrada sozinha no Bosque das Vozes, o que não condiz com o procedimento padrão de chegada de neonatos, que são sempre conduzidos pelos Homens Lupus, soldados do rei. Por isso eles resolvem esconder a moça até descobrirem algo sobre sua origem e como devem proceder nessa situação. Ao ser descoberta, a menina, que agora se chama Alice, é adotada por Nicolini, um comerciante da aldeia. Após envolver-se em uma situação conflituosa, Alice torna-se prisioneira do rei, mas antes de ser executada, é salva por um desconhecido, refugiando-se em um lugar misterioso.


Branco, de Priscila Baroni - Editora AutografiaÉ então que alguns segredos começam a ser revelados sobre o reino e sobre a falta de memória de seus moradores. É nesse momento, em que mistérios são desvendados, que uma revolução começa a se desenhar e a tomar forma. Se depender de Alice e de seus novos amigos da Resistência, a tirania do rei está com os dias contados. Mas Matteo Lupino, o rei déspota, não entregará o reino de mão beijada aos rebeldes. No final, somente um lado poderá vencer. Branco é um livro que nos leva a levantar várias hipóteses durante a leitura, algumas são confirmadas, outras descartadas, mas a nossa atenção, em nenhum momento se perde da obra. Narrado em terceira pessoa, o foco narrativo permanece em Alice na maior parte da história, embora, em alguns momentos, seja desviado para os demais personagens, conforme a necessidade do enredo. Posso dizer que o final foi muito diferente do que eu havia imaginado, surpreendeu-me positivamente. Gostei bastante do livro e recomendo a leitura.


Branco, de Priscila Baroni - Editora Autografia

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Grito, de Godofredo de Oliveira Neto - Editora Record

Grito, de Godofredo de Oliveira Neto - Editora Record
Grito
Autor: Godofredo de Oliveira Neto
Editora Record
Ano: 2016
Número de páginas: 160
Cortesia de Stéphane Chao, agente literário.

No decorrer de nossa vida como leitores, são vários os livros que, por diferentes motivos, nos agradam. E cada um desses livros tem, para nós, o seu encanto. Grito, de Godofredo de Oliveira Neto, publicação da Editora Record, ganhou-me, antes de tudo o mais, pela forma, lindamente elaborada, embora o conteúdo, devo dizer, não deixa nem um pouco a desejar. Percebe-se que o autor  possui uma incrível consciência linguística, tratando a obra literária como algo que vai muito além de uma história para contar. É uma espécie de alquimia, em que se transformam palavras em obra de arte.

A narrativa gira em torno da amizade improvável entre Eugênia e Fausto. Improvável porque a ex-atriz Eugênia, sendo uma octogenária, apaixona-se platonicamente pelo ator iniciante Fausto, de quase vinte anos, e passa a viver com ele uma amizade em que realidade e ficção misturam-se. Fausto convive mais com a velha atriz do que com pessoas da sua idade, e os dois juntos criam e encenam peças teatrais em seus próprios apartamentos. Eugênia é viúva e aposentada, enquanto o jovem rapaz não para em emprego algum. O que os une e mantém o relacionamento é uma admiração mútua. A questão é que Eugênia sente muito ciúme de seu jovem amigo, a ponto de criar alguns problemas e, até mesmo, espioná-lo nas redes sociais. 

Grito, de Godofredo de Oliveira Neto - Editora RecordGrito é um daqueles romances sobre os quais não conseguimos parar de pensar durante um bom tempo após o término da leitura, pois é necessário que se processe tudo o que foi vivido durante o contato com persongens tão incomuns. O final é surpreendente, embora eu deva admitir que, de certa forma, tudo se encaminhava para esse desfecho. Embora trate-se de um romance, a obra apresenta, em alguns momentos, um formato que se aproxima do gênero dramático, inclusive os capítulos são chamados de atos, e há passagens em que a história é contada por meio de diálogos. É uma leitura muito agradável, desafiadora e rápida, embora por ser densa, faça-nos parar algumas vezes para refletir e processar o que lemos. Recomendo a leitura de Grito, sobretudo àqueles que apreciam literatura de qualidade.

Grito, de Godofredo de Oliveira Neto - Editora Record

Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino