Caminhando na chuva, de Charles Kiefer - Editora Leya

Caminhando na chuva, de Charles Kiefer - Editora Leya
Caminhando na chuva, o primeiro livro do consagrado escritor gaúcho Charles Kiefer, foi publicado pela primeira vez em 1982, e já conta com mais de 100.000 exemplares vendidos. Em 2012, a Editora Leya publicou uma edição comemorativa de 30 anos da obra. Caminhando na chuva conta a história do descendente alemão Túlio Schüster  um jovem pobre, habitante da cidade fictícia de Pau D'Arco. A história é narrada em primeira pessoa, pelo próprio Túlio, que conta sobre situações vividas em férias na casa dos avós, sobre a escola, sobre sua paixão pela literatura e, sobretudo, fala sobre a descoberta do amor.


Túlio é um rapaz humilde, de hábitos simples e que, embora pertencesse a uma família de parcos recursos financeiros, tinha uma vida feliz. Por passar grande parte de sua vida em uma fazenda, acostumou-se ao contato com a natureza, e gostava muito disso. Costumava cultivar o hábito da caça e da pesca, e apreciava a noite e a chuva, o que já se pode inferir pelo título da obra. Através das reflexões que Túlio faz sobre a avó, por quem tem grande admiração, podemos perceber a visão sensível que o jovem possui das dificuldades e dos dramas femininos. Como geralmente acontece na adolescência, o rapaz vive inúmeros conflitos internos que, aos poucos, vão sendo apresentados ao leitor. Quando sentia-se com dificuldade de expressar esses conflitos internos, Túlio gostava de caminhar na chuva, como uma forma de se renovar, pois suas lágrimas seriam confundidas com a chuva.

Caminhando na chuva, de Charles Kiefer - Editora LeyaEm meio a este furacão chamado adolescência, o jovem pobre ganha uma bolsa de estudos para uma escola particular, onde conhece alguns dos amigos mais importantes de sua vida, além de seu primeiro amor, Rosana. O problema é que Túlio tinha vergonha de sua condição de aluno mais pobre da escola, além de ser filho de caminhoneiro, o que não deixava de ter um certo fundamento, já que a família de Rosana, muito rica, não aceitava o relacionamento da menina com Túlio. Por fim, acabam enviando a moça para Porto Alegre. O que abala Túlio profundamente.

Esse livro foi escrito quando o autor era ainda muito jovem, e narra a história de personagens muito jovens, mas os dramas vividos por eles são universais e atemporais, o que faz com que a leitura seja agradável e envolvente em todas as idades. Nesta obra já podemos perceber, ainda que em estado bruto, o grande escritor que Charles Kiefer se tornaria um dia. A obra nos proporciona uma leitura leve e divertida, e ao mesmo tempo, nos leva a refletir sobre certas angústias que surgem na adolescência, uma fase difícil por natureza. Além disso, Caminhando na chuva nos apresenta sentimentos, tais como certos medos e inseguranças e, sobretudo o sentimento de esperança no futuro, sentimentos esses que nos acompanharão no decorrer da vida. Leitura mais do que recomendada! Deixarei abaixo um vídeo para aqueles que queiram conhecer um pouco mais do autor.




Caminhando na chuva, de Charles Kiefer - Editora Leya